segunda-feira, 9 de abril de 2007

Polícias - anedota ;)


"No outro dia, quando estava a deitar-me, reparei que haviam pessoas dentro do meu barracão, a roubar coisas. Liguei para a polícia, mas disseram-me que não havia ninguém por perto para ajudar, mas que iriam mandar alguém assim que fosse possível.
Eu desliguei.

Um minuto depois liguei de novo:
"Olá" - disse eu - "Liguei a bocado porque estavam pessoas no meu barracão. Já não é preciso virem depressa, porque eu matei-os."

Passados alguns minutos, estavam meia dúzia de carros da polícia na área, uma ambulância e uma unidade do INEM. Eles apanharam os ladrões em flagrante!

Um dos polícias disse: "Pensei que tivesse dito que os tinha morto."

Ao que eu respondi: "Pensei que me tivesse dito que não havia ninguém disponível."
Calma! Após a leitura dos últimos trocadilhos, fiquei com a sensação que os leitores estavam a pensar que isto aconteceu comigo. Não! Trata-se de uma pequena anedota, mas que muitas vezes demonstra a atitude típica da polícia, pelo menos nos casos que tenho assistido (Pekena)

21 comentários:

pé descalço disse...

lol

Pekena

Por vezes é assim...
e em Portugal a tendência
é cada vez mais essa
proteger os criminosos com penas ultrajantes
para as vitimas dos seus actos

Onde é que isto vai parar não sei
O Brasil está longe
mas eles estão cada vez mais perto
de transformar Portugal
num inferno
igual ao Rio de Janeiro

bj

mymind disse...

ui, lool
bjitux e boa semana

António disse...

a Polícia é que é. se as pessoas ainda não tinham abandonado o barracão, como é que se sabia que estavam a roubar??! :p

Se não os podes vencer, junta-te a eles...à Polícia :D

Pekena disse...

Epahhh pessoal, isto trata-se de uma simples anedota!
Agora reparei que vocês estavam a levar isto a sério. Mas ainda bem que vim isto a tempo e já acrescentei no post que não foi real :S

Boa semana a todos!

Topo de Gama disse...

Deliciosa a anedota!!

Era bem capaz de se tornar numa historia real em algum canto deste país :D

bonifaceo disse...

Eheheh. Estou-me mais a rir por não se terem lembrado das aspas e que seria uma história/anedota.

peace_love disse...

tá engraçado, embora verdadeiro!

Entre linhas... disse...

Engraçada esta anedota,fartei-me de rir sózinha :))

Boa semana

Bjs Zita

Lumife disse...

O dia 21 de Abril está a chegar e com ele o 2º ENCONTRO DE BLOGS EM ALVITO.
Esperamos as V/ inscrições.

O Alentejo está lindo. Levem as V/ maquinas ...

Alien David Sousa disse...

LOL@Pekena@Anedota

Se por acaso me vir numa situação semelhante já sei o que fazer.
OBRIGADA!!!
Beijinhos

o alquimista disse...

O teu espaço é uma paleta de mil cores...


Doce beijo

Hands of Time disse...

Por engraçado que seja uma situação semelhante já me aconteceu mas infelizmente a resposta foi essa mesmo! :( Bem nos tivemos de desenrascar sozinhos!

kathy disse...

LOL

:)

Alexandre disse...

Obrigado pela sugestão, heheh!!!

Estou muito preocupado com o tipo de criminalidade que se está a instalar em Portugal, como aquele caso recente da gasolineira - é o crime gratuito, para aqueles indivíduos matar ou palitar os dentes é exactamente e a mesma coisa - e se mataram é porque sabem que não vão ser apanhados - máfias, talvez!!!

Beijinhos!!!

Moura ao Luar disse...

Hihi assim é que é, as vezes bem que a mentira funciona

Gonçalo disse...

Diria que é uma sátira porque apesar de ser anedótico pode ter um fundo real...Será que tem?
De qualquer das maneiras, um reconhecimento também aos polícias pelo risco e condições pouco dignas que por vezes sofrem para defender a segurança pública. Obrigado;)

Beijinhos grandes e bons textos:)

Goiaoia disse...

Vamos lá... com calma:
Primeiro, num se trata de uma anedota. Aconteceu mesmo, há coisa de menos de dois anos. Li o episódio num diário.
Segundos, num surgiu foi INEM. Afinal a coisa aconteceu ou na alemanha ou em Inglaterra... num me recordo bem.
Óspoiz, só uma correcção a uma pequena incongruência: da primeira vez que o queixoso ligou, da esquadra responderam-lhe que tivesse "paciência, que agora num havia ninguém disponivel para passar por "aí", mas que estivesse quitenho e trancado em casa".
Ao que o protagonista respondeu "hóquei!" Desligou, esperou um minuto e tornou a ligar.

Pekena disse...

Oi Goiaoia.
Olha realmente se aconteceu ou não, eu confesso que não sei. A verdade é que li isto como sendo uma anedota, numa revista e como achei-lhe alguma piada decidi postar.
Mas se tu o dizes, eu acredito :)

Bigada pela visita.
Bjs**

luís disse...

Bem parecendo anedota e no caso em questão é mesmo uma anedota mas se eu conta-sse uma cena que assisti com estes senhores da PSP aí é que dava mesmo para ninguém acreditar. Porque é tão ridicula a questão a que assisti que apenas para a maioria dos mortais só podia mesmo ser anedota.

Pekena disse...

Luís: pois eu acredito bem que sim, também já me aconteceu algo do género mas era com um roubo num café, mais tarde até vou postar esse acontecimento.

Obrigada pela tua visita )
Bjs da Pekena**

Micael disse...

realmente lool imaginando que o homem tinha mesmo assassinado os ladroes, o homem seria preso num instante apenas por defender o k é seu....ta mal...se o homem fosse roubar escapava ileso ja k a policia n liga nenhuma...começo a duvidar da celebre frase" o crime n compensa"....